sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Empowerment – Descentralizando o poder

 

10287665

A relevância da Liderança Servidora vem aumentando consideravelmente e um dos motivos é a economia global, que almeja qualidade com baixo custo, ou seja,  produzir mais por menos no menor tempo possível, e a forma de fazê-lo é distribuindo poder para as pessoas.

Uma das tendências atuais é a prática do  empowerment que consiste basicamente na delegação do poder de decisão, mas isso não significa sair por aí distribuindo poder. É muito importante que esses colaboradores entendam a cultura da empresa e se mostrem capazes de diagnosticar, analisar e propor soluções no dia-a-dia, portanto alguns pré-requisitos são indispensáveis:  

  • Confiança entre ambas as partes;

  • Qualificação técnica para executar as tarefas delegadas;

  • Compromisso com os objetivos da empresa;

  • Feedback instantâneo sobre o andamento dos processos;

  • Capacidade de auto-supervisão, dentre outros.  

O empowerment possibilita que a empresa valorize e estimule o potencial e  criatividade de seus colaboradores. Para RANDOLPH (1995) empowerment é o reconhecimento e liberação do poder que as pessoas já possuem de seus conhecimentos úteis e da motivação interna.

Essa ferramenta de gestão estratégica sendo bem utilizada só traz benefícios para a organização como um todo.  A participação de funcionários na administração da empresa aumenta o envolvimento e o comprometimento dos colaboradores, que  se sentem muito mais valorizados, sendo  esse um dos grandes atrativos para reter os melhores talentos.

Acreditar na capacidade das pessoas, auxiliando-as a desenvolver seu próprio potencial, priorizando a cultura da organização e a satisfação dos clientes, não deixa de ser uma forma de investimento nos negócios. O mercado já não permite processos lentos e burocráticos, portanto dar autonomia a quem está realmente preparado só vai agregar valor à cultural da organização e fazer com que se esteja a frente da concorrência.

5 comentários:

  1. Obrigado por partilhar um post que diz como fazer e produzir bem uma vez que é uma via de mão dupla quando se consegue repartir atribuições onde não se fica centralizando o poder, não é mesmo?

    ResponderExcluir
  2. Sem dúvidas, Charles! Centralização de poder é sinônimo de retrocesso... Fico feliz que tenha apreciado o texto. Um forte abraço, querido.

    ResponderExcluir
  3. O texto muito importante pra os profissionais e para a "VIDA"

    _Alê

    ResponderExcluir